Adolescente agredido dentro de escola em Timon continua em estado grave

O adolescente  de 15 anos agredido dentro de uma escola pública de Timon permanece em estado grave e sem previsão de alta no Hospital de Urgência de Teresina. A agressão ocorreu no dia 29 de agosto deste ano. O agressor é outro estudante, também adolescente.

O atual quadro clínico do paciente não permite afirmar se ele terá ou não graves sequelas.  Ele deixou a Unidade de Tratamento Intenso (UTI)  e está na Clínica Médica, no próprio HUT. Essa ala é para pacientes que necessitam de cuidados especiais, considerados graves, mas que não necessitam permanecer na UTI.

Médico do HUT, Fábio Marcos

“Do momento em que ele chegou até agora, a evolução é satisfatória porque já conhece ter o reconhecimento dos familiares, está respirando sem a ajuda de aparelhos. Ele ainda não senta, tem uma dificuldade.  Está fazendo acompanhamento com especialistas para uma evolução mais satisfatória”, explicou o médico do HUT, Fábio Marcos.

O adolescente também apresenta o comprometimento da parte motora – do andar e sentar, permanece com uma dificuldade visual e de fala.

“A nossa expectativa, por ser um paciente jovem, e isso é positivo porque ele tem uma capacidade de recuperação muito maior.  A etapa do HUT é inicial, que é de tirar o risco de morte, mas existe a etapa de reabilitação que fará após a alta. É ao longo prazo”.

Na parte criminal, há uma investigação em andamento na Delegacia do Menor Infrator de Timon Já foram ouvidos alguns suspeitos de participar da agressão e as testemunhas. O resultado do exame corporal é aguardado para que o inquérito seja concluído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *